quinta-feira, 13 de novembro de 2008

13 de novembro: -318 / + 48 dias

Dia dos Bandeirantes
;
Santo do dia: São Diogo
Frei Diogo de Alcalá nasceu de pais humildes por volta do ano 1400, em Andaluzia, onde passou os anos juvenis em solidão e penitência. O jovem autodidata da ascese cristã levava vida eremítica às margens do povoado natal, dedicando-se à meditação e à oração. Peregrinou a Roma para assistir à canonização de São Bernardino de Sena. Hóspede do convento de Aracoeli, foi retido em Roma por grave epidemia, que o viu na vanguarda da obra assistência aos doentes, unindo ao exercício prático da caridade os dons carismáticos de que era dotado para a cura dos atingidos pela epidemia. O humilde e obediente Frei Diogo, em se tratando de fazer o bem aos pobres, não hesitava em privar-se do próprio pão para levá-lo escondidamente a algum mendigo. Frei Diodo de Alcalá morreu em 12 de novembro de 1463. Foi canonizado em 1588 por Sisto V. É um dos santos mais populares da Espanha e da América Latina.
Evangelho do dia:
Os fariseus perguntaram um dia a Jesus quando viria o Reino de Deus. Respondeu-lhes: O Reino de Deus não virá de um modo ostensivo. Nem se dirá: Ei-lo aqui; ou: Ei-lo ali. Pois o Reino de Deus já está no meio de vós. Mais tarde ele explicou aos discípulos: Virão dias em que desejareis ver um só dia o Filho do Homem, e não o vereis. Então vos dirão: Ei-lo aqui; e: Ei-lo ali. Não deveis sair nem os seguir. Pois como o relâmpago, reluzindo numa extremidade do céu, brilha até a outra, assim será com o Filho do Homem no seu dia. É necessário, porém, que primeiro ele sofra muito e seja rejeitado por esta geração.
- São Lucas 17: 20 – 25 -
;
Para Pensar:
O Reino de Deus começou com a presença de Jesus “no meio de nós”, como o anunciava precisamente João Batista, e como o comprovavam os “sinais” miraculosos multiplicados por Jesus. O Reino está bem ao alcance de seus interlocutores, os quais são convidados e exortados a entrarem nele e aí trabalharem. Por que Jesus associa o relâmpago com o “Dia do Senhor”? Quando o relâmpago brilha, ele é observável por todos que o vêem. Não há necessidade de um sinal especial para indicar sua presença ou poder. Da mesma maneira, o “Dia do Senhor” será tão claro como o relâmpago nos céus. Será evidente para todos os presentes. Não há necessidade de nenhum sinal especial.
O Reino de Deus ou o Filho do Homem já apareceu na pessoa de Jesus Cristo, o Filho de Deus e Salvador do mundo. Jesus planta primeiro o Reino, como uma semente, em nossos corações. Ele começa a partir de dentro e transforma nossos corações para sermos como Deus, um povo que conhece o poder de seu amor, misericórdia e perdão. Nós o reconhecemos no partir do pão, ou seja, na Eucaristia, na Palavra proclamada e nos irmãos necessitados.
O Reino se instaura “dentro de nós”, não só individualmente, mas “como Igreja”.
;
Senhor Jesus Cristo,
que vosso Reino venha e se estabeleça
na terra como no céu.
Sede o Senhor e o Legislador do meu coração
e purifique cada pensamento pecaminoso
e que eu possa conhecer somente
vosso amor e vossa verdade.
Amém!
;
- Dom Fernando Figueiredo -


5 comentários:

Tetê disse...

Oi, querida! Passando prá agradecer a visita e avisar que já atualizei! Bjks e bom final de semana!

Semeadora disse...

Que gostoso chegar no blog e encontrar um comentário! Muito obrigada pela visita! Paz e Bem!

Brisa da Manhã disse...

Olá! Você sempre com maravilhosos posts! É muito bom vir aqui! Obrigada por sua visita! Bom final de semana! Beijos suaves da Brisa da Manhã

Anjo das Frases disse...

Oi querida: passando para agradecer a visita e avisar que já atualizei! Seu post está caprichado, heim! Beijuxs...

evangelizadora disse...

Seus posts estão cada dia mais abençoados! Bom domingo e uma semana repleta do amor de Deus!